Portfolio

Atualmente no Bridge, desenvolvemos quatro grandes projetos nacionais de informatização que estão ajudando na qualificação da gestão pública, o e-SUS APS (Atenção Primária de Saúde), o SISMOB (Sistema de Monitoramento de Obras) ambos do Ministério da Saúde, o RNI (Registro Nacional de Implantes) da ANVISA e o DEGTS (Diretoria de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde).

PARCERIA ENTRE A UFSC E O MINISTÉRIO DA SAÚDE

Em 2012, se iniciou a parceria entre a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Ministério da Saúde, com o intuito de aproveitar o potencial e conhecimento da comunidade acadêmica.

e-SUS APS

A estratégia e-SUS APS (antigo e-SUS AB) concretiza um novo modelo de informatização das Unidades Básicas de Saúde (UBS), com a implantação do Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB). O objetivo é auxiliar os municípios na gestão efetiva, e os profissionais de saúde no cuidado continuado do cidadão.

Esus

Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC)

O PEC registra atendimentos clínicos através de um prontuário eletrônico, e pode ser implantado em diversos cenários de infraestrutura tecnológica. Foi desenvolvido com tecnologia de ponta, e atende os requisitos referentes ao processo de trabalho dos profissionais de saúde da AB. Conta com um módulo interno para digitação de Fichas CDS, e ainda possibilita a exportação de registros ou transmissão ​online​ para o Centralizador Nacional.

Coleta de Dados Simplificada (CDS)

As Fichas de CDS constituem um resumo do atendimento clínico, podendo ser preenchidas em papel ou diretamente no computador pelos profissionais da AB. Todos os registros devem ser exportados e importados no PEC, para centralização e transmissão ao Centralizador Nacional.

e-SUS APS Implantação

O projeto Implantação teve como objetivo fortalecer a estratégia e-SUS APS, preparando profissionais para instalar, usar e manter os softwares PEC e CDS. A primeira fase beneficiou cerca de 1300 municípios durante 6 meses de execução, e contou com 26 consultores treinados pelo Laboratório Bridge.

Suporte e-SUS APS

O Laboratório Bridge conta com uma equipe de elevado perfil técnico, dedicada a fornecer suporte profissional qualificado aos usuários dos produtos da estratégia e-SUS APS, visando esclarecer dúvidas e solucionar problemas que estejam impactando o funcionamento adequado dos softwares. Esse serviço é oferecido através de uma ferramenta de gestão disponível em https://esusaps.freshdesk.com/

e-SUS APS AD

O aplicativo mobile é usado para registrar atendimentos realizados pelas equipes de Atenção Domiciliar das UBS, proporcionando maior praticidade e agilidade aos profissionais. O aplicativo é integrado ao PEC, que é responsável por armazenar e transmitir os dados registrados.

Esus ab ad

e-SUS APS Território

Com o aplicativo é possível registrar características sociossanitárias e sociodemográficas dos domicílios, problemas e condições de saúde dos usuários no território das equipes de Atenção Primária bem como o registro das visitas realizadas aos domicílios. O app também permite a cada UBS controlar as áreas de sua responsabilidade, agindo na conscientização e prevenção de doenças e endemias e acompanhando as condições de saúde dos cidadãos. O aplicativo é integrado ao PEC, que é responsável por armazenar e transmitir os dados registrados.

Esus ab territorio

e-SUS APS Atividade Coletiva

O e-SUS APS AC dá suporte à realização de Atividades Coletivas na Atenção Primária à Saúde, tanto em ações de promoção à saúde da comunidade quanto para questões administrativas das equipes. O aplicativo, além de informar reuniões de equipe, permite cadastrar e gerir grupos de atividades, participantes e avaliações, o que antes era realizado só através de fichas CDS. As informações de profissionais e cidadãos da UBS de referência são importadas para o aplicativo, facilitando o trabalho.

Esus ab ac

SISMOB 2.0

O Sistema de Monitoramento de Obras (SISMOB) 2.0 permite ao gestor o acompanhamento de obras e infraestrutura na Saúde financiados pelo MS. Possibilita a gestão financeira e executiva da obra desde a proposta até sua conclusão, permite a comparação entre o planejado e o executado e fornece histórico, imagens fotográficas e alertas.

Sismob
Sismob mobile

SISMOB Mobile

O SISMOB Mobile é integrado ao SISMOB 2.0, possibilitando o armazenamento centralizado e distribuição dos dados registrados. Com o app, há maior agilidade na inserção das informações e auxiliando no acompanhamento das obras em andamento.

SISMOB Cidadão

O SISMOB Cidadão foi desenvolvido para auxiliar a população no acompanhamento e fiscalização das obras financiadas fundo a fundo pelo Ministério da Saúde. Através do portal sismob cidadão ou com os aplicativos android e iOS, é possível localizar as obras próximas ao cidadão, visualizar a linha do tempo de execução e os repasses recebidos para as obras, e comparar a situação real com os dados informados no sistema. Caso o usuário encontre suspeitas de irregularidades, é possível fazer o registro de denúncias, que são enviadas diretamente ao Ministério da Saúde.

DEGTS

No projeto DEGTS, o sistema desenvolvido para gerenciamento de informações sobre residências médicas e multiprofissionais dá autonomia e transparência para os residentes e agiliza o pagamento das bolsas. Através de uma interface amigável e de fácil uso, as instituições de ensino poderão fazer a gestão dos seus programas de residência.

Registra-RH Saúde

Como parte do programa O Brasil Conta Comigo, criado pelo Ministério da Saúde, o sistema Registra-RH Saúde permite que profissionais da área cadastrem suas informações e se voluntariem para atuar no enfrentamento à Covid-19. Através do programa, profissionais são contatados e escolhidos para atuar em locais com situações críticas da doença. É também pelo sistema que se pode acessar a distribuição atual de profissionais nas regiões do país.


Registro Nacional
de Implantes (RNI)

Sistema desenvolvido em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e as sociedades médicas. Dentre seus objetivos, destacam-se: controle de qualidade dos componentes implantáveis e regulação econômica de mercado, registro do método utilizado para a implantação e a rastreabilidade dos produtos. O RNI será utilizado em todos os hospitais que realizam cirurgias de artroplastia e cardiologia, além dos órgãos reguladores.

Rni